sábado, 5 de agosto de 2017

36 Minhas memórias da Igreja de Olinda e Recife 36



36





36 Minhas memórias da Igreja de Olinda e Recife 36



Certa vez alguns padres se reuniram e foram pedir a D. Helder para substituir Zezita como secretária. Havia vários fatores para esse pedido, no entanto o argumento utilizado foi o fato dela ser mulher e não ficava bem para um arcebispo ter uma como secretária quando essa função rotineiramente era exercida por padre ou no mínimo um seminarista.
A reunião prolongou-se por horas. Na verdade a secretária não gozava da simpatia de quase ninguém e mantinha afastada as pessoas do Dom para protegê-lo.
D. Helder ouviu a todos pacientemente, todos argumentaram. O Dom ficou calado e não disse nada, como se refletisse. Nunca a substituiu e nunca mais ninguém falou nisso.
Outra ocasião houve, numa reunião da Operação Esperança, no tempo dos militares, que ajudava os camponeses a ter sua própria terra, D. Helder parecia cochilar durante toda a reunião (muitas vezes assim parecia, mas ele ouvia e prestava atenção a tudo que se discutia). Falaram sobre a entrega de um documento que tinham esquecido, e alguém disse 'manda um moleque levar...' Ao final da reunião o Dom abriu os olhos e concordou com quase tudo o que havia sido discutido, mas disse naquela voz mansa 'não chamem o menino de moleque, ele tem nome'.
Outra vez quando ia viajar (todas as passagens e hospedagem eram dadas pelas pessoas ou grupos que o convidavam para palestras) no exterior. Zezita providenciava algum dinheiro para o check in no aeroporto. Dessa vez ela viu o Dom preocupado pondo a mão no bolso da batina, o direito e o esquerdo, como procurasse algo. Ela chegou perto e perguntou o que estava havendo. Era o dinheiro. "mas Dom eu deixei aí no seu bolso" ele acanhado respondeu 'é que havia uma senhora muito pobre e me pediu no caminho'...
Uma coisa que ele não gostava era das pessoas pegando nele, pedindo a bênção, abraçando, etc... creio que tinha um certo escrúpulo talvez para afastar qualquer sentimento de 'idolatria'.
Nunca matava nenhum animal (mesmo barata ou formiga). Não tinha nenhum partido político e tinha ojeriza por qualquer ditadura, de direita ou de esquerda. Nem time de futebol ele dizia por quem torcia. O filme predileto era Mary Poppins e a cantora Elizeth Cardoso.
O Grupo Igreja Nova ganhou muito com a aproximação com o Dom e o IDHEC, experimentando uma sobrevida considerável, muito devendo ao Pe. João Pubben.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário